Pastorícia

Ontem postei uma imagem no Instagram que hoje de manhã decidi reeditar por um motivo muito simples. Por alguma ração, na altura (em Outubro de 2017) pareceu-me que aquela imagem ficava favorecida de editada com a proporção 16×9. Acontece que em alguns aspectos da fotografia sou uma pessoa ortodoxa e não vejo razões para que uma imagem que fiz a 3×2 seja depois apresentada noutro formato. É uma questão que para mim apenas tem relevância num aspecto e, em relação a este aspecto faz todo o sentido, a meu ver. 

Eu exponho bastante, e quando edito imagens, procuro ter o cuidado de dar uma coerência às fotografias que apresento, como tal, desejo que todas elas tenham a mesma proporção. 

Esta imagem é pouco conhecida, é uma cena de quotidiano, felizmente ainda relativamente comum na Serra da Estrela. Fiz esta fotografia dentro da vila de Manteigas, de pois de abordar este simpático casal a fim de saber onde poderia encontrar uma outra senhora que tinha fotografado uns meses antes, a fim de lhe oferecer uma fotografia sua. Hoje reeditei-a para vocês. Porque acho que é uma cena quase romântica, a forma harmónica como um casal de pastores estão ali, a gozar do calor de um dia quente de outono, enquanto o rebanho se dispersa sossegadamente pelo espaço. Umas ovelhas comem, outras dormitam… É de facto uma belíssima cena de quotidiano na Serra da Estrela, esta que desejo partilhar com vocês. 

Rui Campos